Castas da Vida: Sugestões para Dezembro

Segundo mês de Clube Castas, segunda aventura por este mundo dos pequenos e médios produtores portugueses e mais um mês de descoberta dos verdadeiros artesãos que melhor trabalham grandes vinhos.

Copo pronto e garrafas na frente, vamos a isso, que o vinho não se bebe sozinho.

 

Garrafa de vinho Escaravelho Ineditus

Escaravelho Ineditus

Quando entrei a fundo no mundo dos vinhos, o Paulo foi das primeiras pessoas que conheci. Acima de tudo, é alguém que sabe e passa 100% do seu gosto pelo vinho nos seus projectos.

E este Escaravelho Ineditus fala e transpira vinho, bom vinho. É feito de um caminho de risco mas com muita dedicação, este Escaravelho. Um tinto com um nome diferente, tão diferente como a conjugação das castas que o compõe (Tinta Barroca e Syrah). E nesta diferença está a sua virtude! Parabéns Paulo, queremos mais!

 

Garrafa de vinho Quinta Alta

Quinta Alta

Se há algo que me faz sentido no vinho, a Quinta Alta é um exemplo disso.
Através de um amigo que ganhei nestas andanças, o Fábio, acabei certa vez por conhecer o Nuno a Fernanda e a Quinta Alta, um projecto que resume a energia do Nuno em garrafas de vinho, tal como paixão da Fernanda pelo vinho em todas as suas vertentes. Se há alegria num projeto, este é o projeto da alegria.

 

Garrafa de vinho Alento

Alento Reserva

Já tivemos a oportunidade de falar deste produtor na selecção do mês passado, e o facto de o repetirmos diz tudo. Que casa, que produtor, que vinhos! Luís, continua elevando este projeto por favor! Tanta atitude e carácter alentejano de uma pessoa notório em todas as suas gamas e garrafas...

 

Garrafa de vinho Alcunha

Alcunha

Quem não o bebeu ainda, pode pensar que já bebeu de tudo no mundo dos vinhos. Mas talvez se enganem...
Que vinhão! Jovem, potente, cheio de carácter, e a querer vingar. Parem e respirem fundo antes de o beber. Provavelmente farão um resumo da vossa vida antes e depois de o provarem.

 

Garrafa de vinho Adega Belém

Adega de Belém

Há dias em que pensamos "Hoje não sei o que me pode vir a surpreender..." E foi precisamente num desses dias que apareceu a Catarina e a sua família. Gente com visão, no meio de Belém, a produzir vinho.
Sim, leram bem: no meio de Belém. Tenho muito respeito pelos maravilhosos Pastéis de Belém, mas calma, porque neste momento há concorrência feroz. Acima de tudo, é um vinho surpreendente, que se mastiga, aveludado, que dá prazer a beber. Vão notar diferentes aromas e notas quando o provarem. Catarina e família, continuem a surpreender, e nunca mudem a vossa localização.

 

Garrafa de vinho Grande Escolha Tinto

Grande Escolha, by Paulo Laureano

Desculpem família, mas agora sim, sou feliz. Acho que vou ser eu a beber o stock todo e a dormir com o mesmo. Preciso de escrever mais? Este é um vinho especial, uma edição única Castas da Vida, do enólogo Paulo Laureano. Um tinto de 2015, combinação das castas Aragonez, Trincadeira e Alicante Bouschet, com 18 meses de estágio em barrica e que o enchem de excelência, fulgor, prazer e elegância.

Paulo, um abraço de agradecimento por acreditares em nós e no nosso projeto. És um Senhor no mundo dos Vinhos e estamos tão orgulhosos de podermos partilhar estas garrafas contigo.

 

Meus amigos, são sempre bem-vindos aqui no Castas da Vida. Estamos muito felizes de vos ter por perto. Continuemos a partilhar muito da vida juntos, sempre com um copo de bom vinho na mão.

Desfrutem da nossa selecção deste mês. Em Janeiro, “Castaremos”.

 

Deixe um comentário

Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos